APFPR realiza segunda « Journée d’immersion en français » de Londrina [fr]

No último sábado 15 de novembro, foi realizada a segunda “Journée d’immersion en Français” de Londrina. O evento, com programação repleta de atividades para a prática da língua francesa, é uma realização da Associação dos Professores de Francês do Paraná (APFPR) e teve, mais uma vez, a organização local da área de francês do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas da Universidade Estadual de Londrina, sob a coordenação geral do Profº Rodrigo Munhoz.

O sucesso desta segunda edição comprovou-se pela diversidade de atividades e, principalmente, pelo grande número de participantes: 84 pessoas estavam presentes. “E o mais importante – destaca o coordenador do evento – é que a grande maioria desses participantes são pessoas que estão aprendendo o francês na rede pública de ensino, estudantes da UEL e do CELEM [Centro Estadual de Línguas do Paraná]”. O que possibilitou esse número expressivo de participantes oriundos da rede pública foi o apoio financeiro da própria APFPR e do Consulado da França em São Paulo, através do Serviço de Cooperação e de Ação Cultural (SCAC). A associação garantiu um desconto de 50% do valor da inscrição a estudantes e professores do CELEM, do Laboratório de línguas e do curso de letras-francês da UEL. A subvenção do SCAC foi destinada a professores ou instrutores de francês da rede pública e também a graduandos do último ano de licenciaturas em letras-francês.

A interação dos participantes começou desde o café da manhã, incluído propositadamente na programação para permitir um primeiro momento de contato mais descontraído. Em seguida, ocorreu uma sessão de abertura com a apresentação geral da programação, dos ateliês e de seus ministrantes, com destaque para as boas-vindas por videoconferência de Yann Librati, diretor geral da escola Azurlingua e do portal “Bonjour du monde” falando ao vivo aos participantes diretamente de Nice, na França.

Quanto aos ateliês, os participantes puderam assistir a “Activités ludiques pour débloquer la parole”, com Roberto Oliveira Junior (presidente da Federação Brasileira de Professores de Francês), “Le Tour de France en chansons”, com Viviane Ribeiro (professora da Aliança Francesa de Curitiba), “Les arts de la table”, com Daniel Bussi (professor particular de francês), “Par jeux”, com Josely Soncella e Anaisy Sanches (professoras da UEL) e “Viens voir mon Afrique”, com os intercambistas africanos que estão estudando na UEL: Willy Rodrigue Adda (Camarões), Charbel Tchogninou (Benin), Demba Diakhate (Senegal) e Auriel Confort (República Democrática do Congo). Outro ateliê ainda, dos mais concorridos, foi “Le français du Québec: pourquoi?”, ministrado por Gilles Mascle, assessor consular para a educação do Escritório do Governo do Quebec em São Paulo, que no dia anterior, também apresentou a palestra, aberta a todos os interessados, “Estudar no Quebec – Canadá”, no Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH) da UEL.

A programação teve também uma caminhada no lago Igapó, um momento de cinema com o filme quebequense Starbuk, bingo e karaokê em francês e um sorteio final com um grande prêmio: duas semanas de curso de francês em Nice, oferecido pela escola Azurlingua. A ganhadora da bolsa foi Maria Clara Aranda Martins, que está aprendendo o francês há um ano e meio e é aluna do Laboratório de línguas/UEL.

A próxima edição da Journée d’Immersion en Français de Londrina já está prevista para maio de 2015. Veja mais fotos em www.facebook.com/jiflon2014

PNG

publicado em 11/12/2014

início da página