Diploma de francês: DELF escolar [fr]

O diploma de estudos da língua francesa (DELF) faz trinta anos e sua versão escolar, destinada a um público adolescente, foi criada em 2001. Trata-se de um diploma oficial do Ministério francês da educação que é reconhecido internacionalmente e cuja validade não tem limite de tempo. A maioria dos adolescentes que se candidatam para esse diploma procuram um reconhecimento acadêmico de seus conhecimentos linguísticos com a finalidade de trabalhar, futuramente, em uma empresa francesa instalada no exterior ou de estudar em uma universidade francófona.

A França recebe aproximadamente 280 000 estudantes estrangeiros. Como as universidades francesas são autônomas, o nível de conhecimento da língua requerido para inscrever-se depende de cada instituição. Na maioria dos casos, trata-se do B2, que é também o nível que o governo do Estado de Québec exige dos candidatos à migração.

Na circunscrição consular de São Paulo, nove instituições assinaram um convênio com a Aliança francesa (que é centro de exame) e com este Consulado geral para propor o DELF escolar a seus alunos de francês:

- Em Curitiba: colégio suíço-brasileiro, colégio Nossa Senhora de Sion;

- Em São Paulo: liceu Pasteur - unidades Vergueiro e Mairinque, escola graduada, colégio São Mauro, colégio Santa Cruz, colégio suíço-brasileiro, ONG Arca do Saber.

Em 2014, na cidade de São Paulo, 248 adolescentes, com idade de 12 a 17 anos, se inscreveram na única sessão que existe anualmente (no mês de novembro) e obtiveram esse diploma.

PNG

publicado em 18/08/2015

início da página