Francesa Audrey Azoulay é a nova diretora da Unesco [fr]

Leia a declaração do porta voz do Ministério da Europa e das Relações Exteriores da França sobre a eleição.

A ex-ministra francesa da Cultura Audrey Azoulay tornou-se na última sexta-feira (13) a nova diretora-geral da UNESCO após vencer uma série de 5 eleições na Organização Internacional.

Na manhã de 16 de outubro, o Ministério da Europa e das Relações Exteriores da França comemorou a eleição e posicionou-se sobre a importância do cargo. Leia abaixo o discurso:

Eu saúdo a eleição da Sra. Audrey Azoulay à frente de Direção geral da UNESCO, ao momento que esta instituição enfrenta desafios históricos.

O momento de agora chega para que os Estados membros possam se unir em torno de um projeto que Azoulay traz, a fim de que a UNESCO possa se concentrar em suas missões essenciais: difusão do conhecimento, promoção de uma educação de qualidade a todos, proteção do patrimônio da Humanidade e de nosso meio-ambiente e o empoderamento feminino e das garotas através do mundo. A França promete um multilateralismo forte e responsável, capaz de superar os desafios de nosso tempo. Nosso país deseja que a UNESCO cumpra seus objetivos de paz e de desenvolvimento sustentável no coração do projeto das Nações Unidas.

Deixo também uma homenagem à Irina Bokova que soube enfrentar diversos desagios os quais foi confrontada a UNESCO durante seus dois mandatos. Desejo igualmente saudar os outros candidatos e os projetos de qualidade levados pelos nossos parceiros.

publicado em 16/10/2017

início da página