« Jornada dos alunos de francês », co-organizada pelo CEL Rui Bloem e a USP [fr]

Em 26 de setembro de 2014, aconteceu a primeira « Jornada dos alunos de francês », co-organizada pelo centro de ensino de línguas (CEL) Rui Bloem do Estado de São Paulo e coordenada pelo professor Joao Bosco. Este evento – que nasceu de uma parceria entre esse CEL e a equipe dos cursos extracurriculares de francês da USP, coordenada pela professora Eliane Lousada – permitiu aos alunos desfrutarem de um dia inteiramente dedicado ao francês. O centro de ensino de línguas se converteu em um espaço francófono, onde todos os ambientes foram destinados ao ensino do francês. O tema da jornada – o teatro – foi o fio temático condutor dessa aventura.

A iniciativa deu excelentes resultados pedagógicos que poderiam ser proveitosos para o ensino do francês nos centros de línguas das escolas públicas do Estado de São Paulo. Por esse motivo, o projeto “Primeira jornada dos alunos – CEL Rui Bloem” foi escolhido para ser apresentado no marco do seminário de intercâmbio de boas práticas « Semeando ideias... Valorizando práticas!», que a diretoria de ensino do centro-oeste de São Paulo organizou, em 18 e 19 de novembro, na escola de formação de professores Paulo Renato Costa Sousa.

Este seminário, que foi amplamente difundido no site da Secretaria de Estado de Educação, recebeu a visita de vários representantes do setor educativo. A Diretora de ensino para a região centro-oeste, Sra. Rosângela Aparecida de Almeida Valim, o Adido de cooperação para o francês do Consulado geral da França em São Paulo, Sr. Jean-Luc Puyau, assim como vários supervisores, diretores e professores de umas setenta e cinco escolas públicas assistiram à apresentação do projeto « Jornada dos alunos de francês », o qual poderia ser reeditado e ampliado a outros centros de línguas da rede pública.

Em 2014, dos 226 CELs que funcionaram no Estado de São Paulo, 62 propuseram o estudo do francês. 66 docentes, que eram professores contratados ou efetivos em português, lecionaram nossa língua a 3 516 adolescentes. Este público foi repartido em 158 grupos, com uma média de 22 alunos por turma. O serviço de cooperação e ação cultural (SCAC) do Consulado geral da França tem trabalhado em estreita colaboração com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), a associação de professores de francês APFESP e a Aliança francesa de São Paulo para oferecer uma formação continuada, linguística e didática, aos docentes de francês. Em particular, estes professores assistiram a um seminário de dois dias chamado orientação técnica (OT), que aconteceu em São Paulo dias 26 e 27 de agosto, e assistiram ao colóquio pedagógico da Aliança francesa que foi organizado de 12 a 14 de março. Além disso, vinte professores da rede estadual participaram do programa linguístico co-financiado, com possibilidade de certificação, e a distância “Destino DELF/DALF”, e dois docentes receberam aulas presenciais de francês com um financiamento de 80% do valor do curso graças a um programa de bolsas SCAC/Aliança francesa.

Com o objetivo de reforçar essa cooperação destinada a promover e a aperfeiçoar o ensino do francês nas escolas da rede estadual, um protocolo de intenções foi assinado em 08 de outubro, com uma validade de trinta e seis meses, entre a Secretaria de Estado de Educação e o Consulado geral da França em São Paulo.

Confiram as fotos do evento:

PNG

publicado em 09/12/2014

início da página