Orientação técnica para professores de francês da rede estadual de São Paulo [fr]

Dois dias de formação didática destinados aos professores de francês foram organizados pela Secretaria de Estado de Educação (SEE) na escola de formação e aperfeiçoamento de professores “Paulo Renato Costa Souza” – EFAP.

Esse evento, que reuniu cinquenta e seis professores provenientes de trinta e três cidades, contou com o apoio deste Consulado, da Associação de professores de francês do Estado de São Paulo – APFESP (http://www.apfesp.org.br), da livraria francesa de São Paulo (http://www.livrariafrancesa.com.br) e da ONG franco-brasileira “Arca do Saber” (http://arcadosaber.org), cujas costureiras elaboraram as pastas que foram usadas durante a formação. Doze horas de ateliês didáticos foram ministradas pelos professores Cristina NAGLE, do centro de línguas da UNICAMP, e Bernard GRUAS, que interviram sobre os seguintes temas: “As tecnologias da informação e da comunicação para o ensino das línguas”; “O projeto Sete milhares de outros: documentos surpreendentes para o curso de francês”; “As histórias em quadrinhos no curso de Francês Língua Estrangeira (FLE)”; “lepetitjournal.com: um grande aporte para as aulas de FLE”.

Das sete línguas estrangeiras que são ensinadas nos centros de estudos de línguas do Estado de São Paulo (CELs), o francês é a terceira mais procurada após o espanhol e o inglês. Durante os últimos dois anos, o número de adolescentes que estudam francês aumentou de 13%, chegando a 4 103 alunos em 2015.

PNG

publicado em 06/11/2015

início da página