Prefeitura de São Paulo e Consulado assinam convênio para fortalecer ensino do francês na capital [fr]

“O Francês é uma língua de história, de cultura e literatura, mas também uma língua moderna e internacional! Aprender o francês pode se tornar uma oportunidade no mercado de trabalho. Temos mais de 800 empresas francesas presentes no Brasil, metade delas em São Paulo. No âmbito internacional, o francês ganhará muito espaço com o crescimento econômico e demográfico do continente africano”, afirma Damien Loras, Cônsul Geral da França em São Paulo.

A França e a Prefeitura de São Paulo mantêm uma excelente cooperação em vários assuntos. No âmbito da cooperação linguística, a Secretaria municipal de educação de São Paulo pretende enriquecer seu programa educacional incentivando o conhecimento da língua francesa e das culturas francófonas. Num momento em que novas populações francófonas chegam ao Brasil (Africanos, haitianos...) e o estudo do francês reconquista espaço como segunda língua mais ensinada no mundo, um convênio será assinado com a associação de professores de francês do Estado de São Paulo e o Consulado geral da França.

O objetivo dessa parceria é promover projetos de francês nos Centros de Educação Unificados (CEUs) e apoiar a formação didático-pedagógica do pessoal docente. Além de fornecer a seus alunos uma ferramenta valorizada internacionalmente nos mercados de trabalho, a Prefeitura pretende preparar os futuros estudantes brasileiros na França, onde a educação superior é excelentemente avaliada pelas classificações internacionais e a quase totalidade das universidades são públicas: isto é praticamente gratuitas para os beneficiários, tanto franceses quanto estrangeiros. Segundo a agência governamental Campus France, responsável pela promoção do ensino superior francês, a França é o terceiro país mais procurado pelos brasileiros que desejam estudar no exterior, depois dos Estados-Unidos e Portugal. Em 2015, três mil e setecentos cidadãos brasileiros obtiveram um visto de estudante para as universidades francesas, sem contar as mobilidades estudantis de até três meses de duração que não precisam desse trâmite.

Acompanhe a repercussão dessa iniciativa na imprensa e redes sociais:

- LePetitJournal.com - Signature d’un accord renforçant l’enseignement du français à São Paulo

- Prefeitura de São Paulo - Assinatura do Acordo de Cooperação com a Associação dos Professores de Francês

PNG
PNG

PNG

publicado em 23/03/2016

início da página